PREVALÊNCIA DE RISCO CARDIOVASCULAR E FATORES ASSOCIADOS EM USUÁRIOS DE UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Danieli Medeiros, Sabrina Dornelles Paz, Jaqueline Copetti, Phillip Vilanova Ilha, Susane Graup

Resumo


Nos serviços de saúde mental é fundamental que os usuários sejam tratados em sua totalidade, cuidando os transtornos que apresentam, assim como outras comorbidades que possuem ou possam possuir, muitas vezes em decorrência do próprio tratamento psiquiátrico. Objetivou-se analisar os fatores de risco de Doenças Crônicas e fatores associados em usuários do (CAPS II) de Uruguaiana/RS. Trata-se de uma pesquisa transversal descritiva diagnóstica. Foram analisadas medidas antropométricas, variáveis de risco cardiovascular e diagnóstico de indicadores comportamentais de 29 usuários com idade média de 39,9 (±12,5) anos. Os resultados médios de pressão arterial sistólica (118,4 ± 16,9) e diastólica (75,0±14,9) estão dentro da normalidade. A média do IMC foi de 27,5 (kg/m²) caracterizando sobrepeso, o tempo médio de atividade física habitual foi de 62 minutos não atingindo o tempo mínimo recomendado. Apresentaram riscos cardiovasculares nas medidas de CC (51,7%), CA (79,3%), RCE (79,3%), RCQ (65,5%) e 82,8% apontam ao menos um fator de risco. Evidenciando a necessidade de um plano terapêutico efetivo buscando a prevenção destes fatores de riscos por meio da prática de atividade física de maneira que atinja o tempo mínimo recomendado para a saúde.


Palavras-chave


Saúde mental; Fatores de risco; Atividade Física

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


APOIO

 

 

Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. ISSN: 1414-0365